A LEMNISCATA destaca-se por ter uma ação transversal no campo da Engenharia, oferecendo para tal vários tipos de serviços:

PROJECTOSNa área de projecto a LEMNISCATA garante uma equipa multidisciplinar, nas diferentes áreas de projecto para que o mesmo seja elaborado de forma adequada a cada situação e às necessidades do cliente.Podem ser desenvolvidos os seguintes projectos:
  • Arquitectura
  • Construção Civil (incluindo as respectivas especialidades)

Com uma equipa de pessoas especializadas, procuramos sempre a melhor solução para satisfazer os nossos clientes.Cada solução é estudada em função dos gostos e perfil dos nossos clientes e assente em premissas que achamos essenciais hoje em dia, tais como:

  • Potenciação da eficiência energética
  • Conforto
  • Funcionalidade

FISCALIZAÇÃO, GESTÃO E COORDENAÇÃO DE OBRASCada vez mais existe a procura de qualidade, rigor e profissionalismo na construção, como tal a LEMNISCATA reconhece a elevada importância no sector da construção civil de uma constante Fiscalização, Gestão e Coordenação de Obras de modo a que a qualidade seja exponenciada ao máximo em troca do menor custo possível de execução.Serviços:
  • Gestão e Fiscalização
  • Revisão de Projectos
  • Análise de Propostas
  • Coordenação de todos os tipos de Projectos
  • Controlo de custos e planeamento de obra

CONSULTORIAFace à muita informação a que hoje em dia se pode aceder, nem sempre é fácil ao cliente perceber qual a melhor solução a adotar, ou como proceder em determinadas situações.Deste modo disponibilizamos um serviço de apoio técnico aos nossos clientes, abrangendo as várias áreas da engenharia.Serviços de consultoria:
  • Elaboração de pareceres técnicos e peritagens
  • Alternativas de execução de obras
  • Planeamento da execução da obra
  • Orçamentos e medição de obras
  • Avaliações Imobiliárias
  • Eficiência Energética

Engenharia, o que é?

A engenharia é a ciência e a profissão de adquirir e de aplicar os conhecimentos matemáticos, técnicos e científicos na criação, aperfeiçoamento e implementação de utilidades, tais como materiais, estruturas, máquinas, aparelhos, sistemas ou processos, que realizem uma determinada função ou objetivo.

Nos processos de criação, aperfeiçoamento e implementação, a engenharia conjuga os vários conhecimentos especializados no sentido de viabilizar as utilidades, tendo em conta a sociedade, a técnica, a economia e o meio ambiente.

A engenharia é uma ciência bastante abrangente que engloba uma série de ramos mais especializados, cada qual com uma ênfase mais específica em determinados campos de aplicação e em determinados tipos de tecnologia.

O conceito de engenharia existe desde a antiguidade, a partir do momento em que o ser humano desenvolveu invenções fundamentais como a polia, a alavanca e a roda. Cada uma destas invenções é consistente com a moderna definição de engenharia, explorando princípios básicos da mecânica para desenvolver ferramentas e objetos utilitários.

O termo “engenharia” em si tem uma etimologia muito mais recente, derivando da palavra “engenheiro”, que apareceu na língua portuguesa no início do século XVI e que se referia a alguém que construía ou operava um engenho.

Naquela época, o termo “engenho” referia-se apenas a uma máquina de guerra como uma catapulta ou uma torre de assalto. A palavra “engenho”, em si, tem uma origem ainda mais antiga, vindo do latim “ingenium” que significa “génio” ou seja uma qualidade natural, especialmente mental, portanto uma invenção inteligente.

Mais tarde, à medida que o projeto de estruturas civis – como pontes e edifícios – amadureceu como uma especialidade técnica autónoma, entrou no léxico o termo “engenharia civil” como forma de distinção entre a atividade de construção daqueles projetos não militares e a mais antiga especialidade da engenharia militar. Hoje em dia, os significados originais dos termos “engenharia” e “engenharia civil” estão já largamente obsoletos, mas ainda são usados como tal em alguns países ou dentro do contexto de algumas forças armadas.